Autor: admin

7 Dicas Para Contratar um Buffet

Hoje em dia, não dá mais para pensar num evento sem a contratação de um Buffet. Aquela fórmula antiga do “faça você mesmo” não dá mais, né?

Além disso, uma empresa boa de buffet não oferece apenas comida e bebida. Ela oferece tranquilidade, bom atendimento para os convidados e muito mais.

Porém, como em todo ramo, existem os bons e os maus profissionais. E aí? Como saber escolher um buffet sério e competente para o seu evento?

Siga nossas dicas abaixo para não errar.

  1. Qual é seu evento?

Existem buffets muito segmentados. Alguns se especializaram em formaturas, por exemplo. Outros atendem mais casamentos e assim por diante. Observe este aspecto antes da contratação. Observe também qual serviço você deseja: buffet tradicional, buffet de churrasco, buffet infantil etc.. 

  1. Pesquisa de mercado

Então você deve fazer uma lista com os buffets de sua região. Com esta lista em mãos, busque referências em locais como sites de reclamação, comentários no Google sobre aquela empresa e pessoas do ramo que você conheça.

  1. Orçamento e referências

Aqueles que tiverem boas qualificações, valem sua visita pessoal. Converse com o proprietário e solicite um orçamento. Solicite também 3 referências de clientes que eles atenderam.

  1. Momento ideal para contratar

Quando você se decidir por um buffet, é hora de pensar no melhor momento para fechar o contrato. O ideal é um prazo de 18 a 6 meses antes do evento.

  1. Quais serviços e produtos o buffet oferece?

É muito importante que você veja os serviços todos que o buffet oferece. Isso evita que você contrate serviços separados, quando tem a opção de fechar tudo em um só pacote.

  1. Degustar tudo é tudo de bom!

A degustação é um item crucial e absurdamente necessário. Após a escolha do cardápio, agende o dia para que você possa experimentar tudo que será servido no seu evento. Muitas vezes, algo que você pensou que seria interessante, não lhe agrade tanto.

  1. Bebidas

Geralmente os buffets contemplam água, suco e refrigerante em seus pacotes de serviço. Porém, as bebidas alcoólicas são pagas á parte. Alguns buffets cobram a taxa de rolha e outros não. Avalie o valor e quantidade que o buffet lhe propõe, para ver se vale á pena comprar essas bebidas com ele ou comprar em alguma distribuidora para que eles sirvam.

Como realizar um evento inesquecível

Sabe aqueles eventos que ficam na memória dos convidados? Aqueles que viram assunto na família por meses a fio? Sabemos que essa não é uma tarefa muito fácil. Existem diversos pormenores que devem ser levados em consideração.

Porém, organizar um evento bem sucedido também não é nenhum bicho de sete cabeças. Quer saber como? Nós te ajudamos. Leia essas 6 dicas preciosas que separamos abaixo.

  1. Todo evento precisa de um cronograma

Você realmente precisa de um cronograma para que todo o planejamento e execução de seu evento sejam perfeitos. Você pode criar seu próprio cronograma conforme suas necessidades. Mas também existem diversos modelos de cronogramas para eventos na internet em bons sites. Eles lhe ajudarão muito.

Cronograma
Cronograma
  1. Sua meta são os resultados

Qual meta deve ser alcançada quando estamos realizando um evento? Sempre tenha como meta: “Passar a melhor mensagem para os convidados.”. Que mensagem é esta? Se seu evento for um casamento, a mensagem é de amor, esperança e felicidade. Caso seu evento seja empresarial, a mensagem é de uma empresa estruturada, consolidada, preocupada com o ser humano etc.. Tenha sua meta como foco do início ao fim e as chances de sucesso serão altas.

Meta
Meta
  1. Escolha bem os fornecedores e prestadores de serviços

É impossível ter um evento inesquecível se os fornecedores e prestadores de serviço não forem excelentes. É como querer confeccionar um terno fino usando tecido ruim. Então tenha muito cuidado e atenção com os contratos que irá realizar. Busque referencias e preze pela competência.

Brasa eventos
Brasa eventos
  1. Tenha uma boa equipe de apoio

O que é uma equipe de apoio? São pessoas que trabalham para que seu evento ocorra com perfeição e harmonia. Fazem parte dessa equipe: seguranças, recepcionistas, mestres de cerimônia, garçons, maitres, chefs de cozinha, copeiras etc.. Mesmo que essa equipe de apoio esteja contemplada no pacote com o buffet, peça para conhecer pessoalmente alguns desses profissionais antes do evento.

  1. Qualidade é tudo em eventos

Este item é uma consequência dos itens anteriores. Porque se você investiu seu tempo na criação de um cronograma eficiente e investiu seu orçamento na contratação de profissionais excelentes, fatalmente seu evento terá qualidade inquestionável. Então, só lhe resta aproveitar e comemorar o sucesso alcançado!

A Brasa eventos tem como objetivo proporcionar boa qualidade e atendimento.

Os 6 erros mais cometidos em Eventos Corporativos

Todo evento tem sua importância. Do aniversário infantil à posse do presidente da república, todos, sem exceção, são importantes. Uns em maior ou menor grau, é claro. E asseguro com tranquilidade que os eventos corporativos estão num alto grau de importância.

Como eu já disse em publicações anteriores, todo evento tem como objetivo transmitir uma mensagem. Com certeza essa mensagem deve ser positiva e coerente. Infelizmente, não é o que sempre acontece.

Listamos abaixo os 6 erros mais comuns na organização e execução dos eventos corporativos. Fuja deles e terá sucesso absoluto!

erro_evento
Não cometa erros em seus eventos.

1º Erro: Objetivo Indefinido

É como diz aquela máxima: “Se você não sabe para onde vai, qualquer caminho serve.”. O começo do eu evento corporativo é a definição do seu objetivo com ele. Se você deseja apresentar um novo produto, por exemplo, não é ideal realizar um congresso. Outras opções como um workshop ou um seminário são mais coerentes com sua proposta. É neste ponto também, onde você deve definir data, horário, local e número de convidados.

2º Erro: Cronograma falho

Você precisa de um cronograma para auxiliar em todo processo de planejamento do evento. O erro que muitas pessoas cometem é de não preverem possíveis atrasos neste cronograma. Vamos supor que você contratou diversos impressos que serão distribuídos no dia do evento. Não é inteligente pedir que a gráfica lhe entregue este serviço de véspera. O ideal é agendar sua entrega para uma semana antes. Assim, caso haja atraso, você terá uma margem de 7 dias já prevista em cronograma.

3º Erro: Orçamento Inconsistente

Definir o orçamento é muito importante, certo? Porém, manter-se dentro deste orçamento é mais importante ainda. O ideal é deixar uma margem para eventualidades, assim como no cronograma. Essa margem é crucial para que não falte dinheiro. Além disso, você deverá criar e gerenciar uma planilha de gastos fiel a todas as entradas e saídas realizadas. Esta planilha será usada na prestação de contas, bem como em futuros planejamentos para outros eventos.

4º Erro: Não Pesquisar Fornecedores

Mesmo que você possua um bom orçamento para seu evento, pesquisar o melhor fornecedor com o menor valor é essencial. Para isso, é necessário entrar em contato com vários prestadores de serviços e solicitar uma proposta. Depois, com todas as propostas em mãos, avalie a relação custo x benefício. Só então formalize o contrato.

5º Erro: Tarefas Mal Direcionadas

Tarefas bem definidas possuem mais chance de serem cumpridas. Muitas vezes, vamos delegando funções e atribuições sem muitos critérios e não percebemos o quanto isso é danoso. Um cronograma de atividades deve ser elaborado para que algumas pessoas não fiquem sobrecarregadas enquanto outras fiquem com poucas tarefas.

6º Erro: Falta de Feedback

Esses dias meu esposo comprou um livro inteiro sobre feedback e sua importância. Não subestime o poder que ele tem. Crie o hábito de pedir feedback dos convidados de seus eventos e analise cada um criteriosamente. São essas opiniões que irão balizar seus futuros eventos. Porque, se todos os eventos desejam transmitir uma mensagem aos convidados, diga-me: “Qual a mensagem que você deseja passar?”.

A Brasa eventos é especialista em festas e eventos, entre em contato e solicite seu orçamento.

Como saber se meu evento precisa de um Coffee Break?

E cá estamos falando novamente sobre os Coffee Breaks da vida. Muitas vezes observo pessoas que estão em dúvida se precisam ou não de um. Porque um Coffee Break não é um evento específico. Na verdade, como o próprio nome sugere, ele é um pausa para um café. E isso é absurdamente necessário em qualquer evento corporativo, certo?

Muitos empresários, ao oferecer um evento, seja ele uma palestra ou work shop, pensam que podem abrir mão do Coffee Break com o intuito de economizar. Mas os especialistas em Marketing, Publicidade e Gestão Empresarial alertam: “Tentar economizar no Coffee Break é como dar um tiro no pé.”.

Coffee Break
Coffee Break

Leia abaixo as considerações e, ao final, tire suas conclusões sobre a necessidade ou não de oferecer um Coffee Break em seu evento.

  • Brasileiro associa evento à comida

Não apenas o brasileiro, mas vamos nos ater à nossa cultura. Não adianta convidar um brasileiro para qualquer coisa, sem pensar no que vão comer durante essa “coisa”. Não é à toa que existe cardápio até nos motéis. Então, nunca pense em oferecer um evento, sem oferecer junto um Coffee Break, um almoço ou um wisque que seja.

  • Pensar dá fome

Todo evento empresarial tem por trás, alguma proposta intelectual ou que leve os participantes à raciocinar. E pensar dá fome, gente! Porque nosso cérebro usa nossas reservas de energia para seu processo de raciocínio. Assim sendo, não ouse colocar pessoas para pensar durante horas e não repor as energias delas. Além do mais, fome gera nervosismo e mau humor. Você não vai querer pessoas nervosas e mau humoradas no seu evento, né?

  • Oferecer comida é um gesto de amor

Em quase toda civilização, oferecer comida é um gesto de carinho, cuidado, empatia e amor. Em algumas culturas, você sequer pode recusar a comida oferecida. Toda vez que você realiza um evento e proporciona aos participantes um excelente Coffee Break, vocês está dizendo ao inconsciente deles, o quanto são importantes para você e sua empresa.

  • Negócios são feitos enquanto comemos

Grandes, pequenos e médios negócios, parcerias ou estratégias são firmados enquanto comemos. Porque neste momento, nosso cérebro está em estado de satisfação, além de ocupado. Ou seja, pessoas satisfeitas e relaxadas tendem a fazer negócios melhores.

E ai, já se decidiu? Espero que tenha percebido a importância de oferecer um belo Coffee Break em todos os eventos que realizar de agora em diante.

Qual o cardápio certo para cada estação do ano?

Eu sempre digo aos meus clientes que não existe o cardápio certo para cada estação. É claro que no inverno nós queremos comer algo que nos aqueça e no verão preferimos alimentos leves. Porém, essas preferências estão mais relacionadas ao dia-a-dia do que aos eventos.

Isso porque grande parte dos salões são climatizados e o Brasil é um país que não tem as estações do ano bem definidas (com exceção da região sul). Porém, até mesmo por uma questão estética, as empresas de buffet tendem a sugerir cardápios mais condizentes com cada estação do ano.

Abaixo algumas sugestões interessantes para seu evento:

  • Outono (21 de março a 20 de junho)

É a estação que antecede o inverno. Possui temperaturas amenas, ou seja, mais para o frio do que para o calor. Então, o melhor é um cardápio mais encorpado, porém com um toque de leveza.

  • Entradas: salgados com massas folhadas, salgados com recheios mais elaborados, crepes e cantinho mineiro com alguns petiscos quentes;
  • Prato principal: massas com molhos mais acentuados, carnes ao molho madeira, churrasco etc..
  • Sobremesa: bolo com caldas, frutas cristalizadas, cremes etc..
  • Inverno (21 de junho a 21 de setembro)

O inverno com suas baixas temperaturas, ainda mais se o evento for noturno, fica mais reconfortante com pratos bem quentes e fortes.

  • Entradas: caldos, queijos, salgadinhos fritos e assados, espetinhos e fondue são excelentes pedidas;
  • Prato principal: massas bem encorpadas, carne vermelha, churrascos, e sopas;
  • Sobremesa: chocolate quente, petit gateau, bolo com caldas quentes de chocolate e biscoitos amanteigados.
  • Primavera (22 de setembro a 21 de novembro)

É o fim do frio e início do calor, mas ainda com temperaturas muito agradáveis. É o início das floradas onde tudo fica muito colorido e alegre. Vale colocar todas as cores e alegria no cardápio também.

  • Entradas: canapés com flores comestíveis, saladas, salgadinhos com recheios de ricota, etc..
  • Prato principal: carnes brancas, risotos, massas com molho pesto e ao sugo, vegetais e saladas caprese são muito bem vindos;
  • Sobremesas: bolos com caldas cítricas, frutas, mousses etc..
  • Verão (21 de dezembro a 20 de março)

É a estação do rei sol, cheia de vida, de calor e de contato humano. Tudo isso aparece muito forte nos eventos que ocorrem nesta época do ano. A desvantagem é que a probabilidade de chuvas nesta época é altíssima.

  • Entradas: canapés leves, tábua de frios, mesa de frutas, ceviche, casquinha de siri etc..
  • Prato principal: peixe assado ou grelhado, carne branca com molhos agridoces, saladas cruas, churraco, etc..
  • Sobremesa: bolos com recheios leves, frutas, sorvetes, mousses e cremes cítricos.

Setembro é o novo maio para as noivas?

Então… vira e mexe ouvimos dizer que maio já não é mais o mês das noivas. Ele perdeu seu posto para o mês de setembro. Mas e aí? Isso é verdade?

Mais ou menos… Creio eu que é meio impossível destituir o mês de maio como sendo o mês das noivas, por alguns motivos óbvios:

  • É o mês de Maria e vivemos numa sociedade com maioria católica;
  • É uma tradição que teve seu início na Idade Média. Difícil ser substituída tão fácil.
  • É um mês onde, normalmente não chove. E casamento sem chuva é o que querem todos os noivos;
  • É o início do frio no Brasil. Isso é bom tanto para a festa do casamento, onde as pessoas usam trajes mais elegantes, sem precisar se cobrir tanto; quanto para a lua-de-mel que fica muito mais “gostosa” no friozinho.

Tá, mas vamos e convenhamos… E o setembro? Ele é bom para se casar mesmo ou não? Melhor você tirar suas próprias conclusões. Veja todos os prós e contras abaixo:

  • É mais barato casar no mês de setembro?

Na verdade, era mais barato. Hoje não é mais. Porque é lógico que o mercado dos casamentos é igual a qualquer outro mercado. O que determina o preço é a lei da oferta e procura. Antes era barato porque não era um mês muito procurado pelas noivas. A partir do momento que ele tomou fama de “novo maio”, passou a ser muito concorrido e os preços subiram.

  • O cardápio é mais variado no mês de setembro?

Muitas pessoas pensam que frio ou calor intenso interfere no apetite e paladar das pessoas. Isso é, de certa forma, um engano. Primeiro porque hoje em dia, grande parte dos salões são climatizados. Segundo porque os buffets sempre vão oferecer opções que mais se adaptem à estação do ano em que ocorrerá seu casamento.

  • O clima é melhor para casamentos em setembro?

Depende de onde você mora. Norte e nordeste fazem calor o ano todo, então não tem muita diferença. No sul do país setembro não está no alto inverno mais, então o clima é agradável. Já no sudeste, se você mora no litoral, prepare-se para muito vento. No interior o clima também é agradável.

  • A questão do 13º faz diferença para os casamentos em setembro?

Também é outra questão que depende muito do tipo de trabalho que você desempenha. Algumas empresas adiantam o 13º a partir de setembro. Outras empresas pagam este benefício integral no mês de dezembro. Certo é que o mês de setembro é muito mais tranquilo em termos financeiros, pois como todos sabem, o brasileiro fica “enforcado” de janeiro a maio.

  • Por ser início da primavera é melhor para comprar as flores do casamento?

Sim. As flores são mais baratas em setembro, porque é quando estão na florada e não precisam muito do uso de estufas e outros recursos usados nas outras estações. Porém, se você pensar bem, o investimento com flores não é tão grande assim. Você acaba gastando muito mais com o aluguel do salão e buffet por exemplo.

Dicas para comemorar Bodas de Casamento

Dizem que os primeiros 7 anos do casamento são os mais difíceis. Mas tudo que é difícil é determinante, né? Geralmente os casais que vencem esses primeiros anos juntos no amor, permanecem juntos até o fim.

E se existe toda essa dificuldade, por qual motivo você deixaria de comemorar os aniversários mais importantes do seu casamento? Há uns anos atrás as pessoas costumavam comemorar as Bodas de Prata (25 anos) e as Bodas de Ouro (50 anos). E essas duas ainda são as mais conhecidas.

Bodas Casamento
Bodas Casamento

Porém, hoje em dia, diante de tantas intempéries nos relacionamentos, os casais têm optado por comemorar também as Bodas de Madeira/Ferro (5 anos), Bodas de Estanho/Zinco (10 anos), Bodas de Cristal (15 anos), Bodas de Porcelana (20 anos) etc.. Ou seja, de 5 em 5 anos ou de 10 em 10.

Para você que está pensando em comemorar suas bodas, seja qual for, leia nossas dicas abaixo e anime-se!

  • Quem devo convidar para minhas Bodas?

A questão dos convidados é muito pessoal. Primeiro você precisa definir o orçamento disponível, fazer a cotação de quanto custará por pessoa e então definir qual o número de convidados será possível. Caso você possa convidar apenas 100 pessoas, por exemplo, dê preferência para: pais/sogros, irmãos/cunhados, padrinhos de casamento, tios e amigos íntimos do casal. Nesta respectiva ordem, ok?

  • Quais as diferenças entre festa de casamento e festa de bodas?

A festa de casamento conta com um cerimonial próprio que vem carregado com dogmas religiosos e culturais. Já as bodas, apesar de possuírem algumas dessas características, são mais abertas. Então o casal é que decide como vai ser suas bodas. Não existem regras para este evento.

  • Qual roupa eu e meu esposo devemos usar?

Basicamente a que vocês quiserem. Vai depender do estilo da festa. Se for um evento de gala, o traje de vocês também deve ser. Se for à beira da praia, o traje de vocês deverá ser praiano e assim sucessivamente.

  • Qual deve ser a participação de nossos filhos em nossas bodas?

Geralmente as bodas são realizadas com algum tipo de cerimônia religiosa. Nestes casos, as pessoas gostam de trocar as alianças novamente. E os filhos são excelentes porta-alianças. Além disso, eles podem ser os acompanhantes dos pais na entrada dos mesmos ou até padrinhos do novo compromisso assumido pelo casal.

  • As alianças devem ser diferentes após as bodas?

Não existe esta regra. Porém, as pessoas gostam muito de mudar as alianças para simbolizar nelas o tempo que estão juntos. Nas bodas de prata, um filete de prata é colocado ao redor da aliança de ouro. Nas bodas de esmeralda, pode-se encrustar uma pequena pedra de esmeralda na aliança, por exemplo.

  • Qual o melhor cardápio para as bodas?

Vai depender muito do estilo do evento. Hoje em dia existem diversas opções que talvez não existiam quando você se casou, como buffet de espetinhos, buffet de pizza, buffet de churrasco etc.. Algo bem legal também é reproduzir o mesmo cardápio do seu casamento. Meio que um túnel do tempo… Todos adoram!

A Brasa Eventos, Oferece todo suporte para evento.

Buffet de que?

E ultimamente não é que o povo começou uma revolução deliciosa nos buffets? Tem buffet de tudo que é delícia, gente!

Recentemente publicamos aqui um post que falava sobre a novidade do buffet de espetinhos. E o interesse dos nossos clientes foi tamanho, que hoje viemos falar de cada um deles. Confira!

Super em alta e tem andado extremamente sofisticado. Bem diferente das festas com churrasco que conhecíamos nas décadas de 80 e 90. Hoje ele recebe uma pegada de “gourmet” e agrada a 100% dos paladares, porque, como eu expliquei no post Casamento com Buffet de Churrasco, engana-se quem pensa que é servido somente carne.

Buffet de Espetinho
Buffet de Espetinho
  • Buffet de Pizza

Tanto quanto o churrasco, brasileiro ama pizzas. Os buffets de pizza veem sendo usados há cerca de 10 anos para cá e não tem quem não goste. Porque existe opção até para os que possuem intolerância ao glúten, presente na massa das pizzas. E tem pizza de todos os sabores, tamanhos e combinações. Além, é claro das pizzas doces.

Pizza
Pizza
  • Espetinho

Tem feito tanto sucesso, que dedicamos um post inteiro só para falar dele, dá uma olhadinha lá: Buffet de Espetinho. Está disputando “pau a pau” com o queridinho Buffet Japonês que a moçada jovem tanto ama. Eu particularmente, fico com o espetinho, porque nele tem japonês e peixe. Já no japonês não tem espetinho… kkkkk

  • Buffet de Comida de Buteco/Comida Mineira

Este é sucesso garantido também, mas há os que não curtem muito por causa da fama que esse coitado tem de ser muito calórico. Quê isso, minha gente? Né bem assim também não… O truque é servir uma salada bem gostosa e sortida para aqueles que estão padecendo na dieta, certo?

Comida Mineira
Comida Mineira
  • Japonês

Como eu disse alí em cima, é o queridinho número 1 da galera teen, mas tá na disputa do páreo com o buffet de espetinho, né? Super leve, delicioso, extremamente saudável… Porém, ainda não é unanimidade no Brasil então não dá para ser servido como opção única. A não ser, é claro, que todos os seus convidados (sem exceção) curtam um japonês.

Japones
Japones
  • Tradicional

Tradicional é tudo aquilo que sempre vai ser bom, independente da época ou do modismo. Aí está o Tradicional. Ele conta geralmente com salgadinhos e canapés de entrada, uma ou mais opções de prato quente, sobremesa, frutas etc.. Também tem quem goste de incrementá-lo com algumas peças de comida japonesa ou um aparador com Comida de Buteco/Cantinho Mineiro.

  • Vegano/Vegetariano

Super tendência também, mas para um público ainda bem pequeno. Geralmente são usados em festas específicas, que contam com um público todo vegetariano ou vegano. Pode também ser incorporado à algum outro buffet que citamos acima, quando o anfitrião sabe que alguns convidados são adeptos deste hábito alimentar.

Vegano
Vegano

Qual Melhor Serviço de Buffet?

Para cada tipo de evento, existe um tipo mais adequado de serviço. Isso vai depender de alguns fatores como o tipo de evento, o local, o orçamento disponível, o horário do evento, o estilo do evento etc..

Abaixo, os principais serviços de buffet e suas características para que você possa decidir o que irá atende-lo melhor:

  • Coquetel: Coquetéis podem ser servidos em qualquer horário e têm um custo mais baixo, porém não é muito usual mais. Há algumas décadas atrás, o coquetel era servido em grande parte dos eventos no Brasil, de festas infantis à casamentos. Hoje, são usados mais em eventos corporativos. Já em eventos sociais, aparecem apenas em pequenas festas. Este serviço é feito de salgadinhos e canapés que podem ser distribuídos por garçons ou dispostos em aparadores para os convidados servirem-se. A Brasa Eventos, é especializada em Coquetel para Eventos.
Coquetel para Evento
Coquetel para Evento
  • Self Service: É o mais usado hoje em dia no Brasil. Tem custo médio e agrada á quase todos os paladares. Ele pode ser adaptado á qualquer orçamento, a qualquer tipo de evento, tipo de horário, local etc.. Existem diversos tipos de selfie service: de pizza, de churrasco, de pratos quentes, de massas, de salgadinhos, dentre outros. Mas todos eles se caracterizam por serem dispostos em aparadores e servidos pelos próprios convidados.
  • À Brasileira: Algumas regiões do Brasil têm este tipo de serviço como tradição em casamentos. Nas demais regiões, é muito usado em almoços e jantares de família e amigos, ou até mesmo em eventos menores e mais intimistas. A característica principal está nos pratos e travessas dispostos no centro da mesa e todos os convidados reunidos ao redor desta mesa comendo juntos.
  • À Francesa/Empratado: Convidados sentados em uma única mesa grande ou em várias mesas menores, sendo servidos por garçons ou copeiras. Todos são servidos individualmente com entrada, prato principal, sobremesa, café e digestivo.
  • À Inglesa: Este serviço pode ser de duas formas. Direto: o garçom vem com a travessa e serve cada pessoa diretamente. Indireto: o garçom prepara os pratos em uma mesa auxiliar e serve-os para cada pessoa.
  • À Americana: Este serviço pode ser um jantar, almoço ou um churrasco e sua maior característica é a informalidade. Toda a comida é colocada numa grande mesa. Cada pessoa se serve e senta onde houver lugar disponível ou come em pé. Em caso de ser casamento, a mesa é reservada apenas para os noivos.

Buffet de Espetinho

Todos os dias me espanto com a criatividade deliciosa do povo brasileiro. Dia desses fui convidada a participar de um aniversário do meu amigo que estava completando 30 anos. Ao chegar no evento me deparei com um churrasqueiro devidamente vestido, super engraçado e preparando os mais variados espetinhos do universo (kkkkkkk)! Adorei. Aliás, todos adoraram!

Chamei meu amigo num canto e perguntei: “O que é isso? Que ideia legal!”, e ele me respondeu: “Essa é a última tendência em festas: buffet de espetinhos.”. Não me contive e tive que compartilhar essa ideia fantástica na net.

Buffet de Espetinho
Buffet de Espetinho

Funciona bem assim: você contrata uma empresa para fazer o buffet de espetinhos. Eles enviam seu churrasqueiro especialista no assunto (e este ainda era super simpático e engraçado) e enviam também todos os profissionais de apoio que você solicitar, como garçons, copeiras, cozinheiras etc..

Gente, tem espetinho de tudo quanto é coisa do mundo! E é tudo delicioso. Pelo fato de ser diferente do que estamos acostumados, existe a questão da novidade para o paladar e é aí que a coisa fica melhor.

Alguns exemplos de espetinhos que são preparados:

  • Carne (óbvio!),
  • Peixe,
  • Camarão,
  • Aipim (mandioca);
  • Queijos,
  • Kafta (carne moída)
  • Frutas,
  • Legumes,
  • Japonês (pasmem!),
  • Queijo com goiabada (mineirin…);
  • Chocolate com pimenta (kkkkkkkk);
  • Pizza;
  • Salsichão;
  • Marshmalow;
  • Dentre outros…

Melhor parte para mim, além do churrasqueiro divertido que animou todo mundo e interagiu com a “geral”, foi o fato de que não há desperdício nesse tipo de buffet. Pelo que percebi, o cara já leva todos os espetinhos preparados dentro de recipientes próprios e só coloca para assar, quando precisa.

Sem contar no fato de que, pela facilidade de comer os espetinhos, a gente não precisava ficar sentado, o que promoveu ainda mais a interação entre os convidados. Nos buffets de pizza, por exemplo (que eu também adoro), a gente precisa comer em pratos, com talheres e sentados à mesa, né?

Só sei que saí da festa do meu amigo ansiosa para meu aniversário chegar. Quero contratar este buffet delicioso e fantástico para me divertir à beça com meus convidados. Saí de lá também com uma dúvida: “Caracas… Como ninguém havia pensado nisso antes?”.

Essa historia foi contada por nossa amiga, agora cliente Ingryd Santos, relatando a Brasa Eventos